sábado, 17 de dezembro de 2011

A brasileira e o turco: primeiras palavras, primeiro olhar...

Mudando um pouco o rumo dos posts das moçoila que vos fala, que anda meio deprê...

Eu não estou mais me aguentando de saudades dele. Minha esperança, meu amor por ele, a certeza de que tudo vai ficar verdadeiramente são tão grandes, que não permite ficar chorando. Mas vontade não me falta. Então não sei vocês, mas quando eu estou com esse sentimento tão forte, eu fico o tempo TODO, vendo fotos dele, lendo conversas antigas, revirando nossos e-mails e tudo que me faça sentí-lo mais perto de mim.

Com isso. eu achei nossos primeiros e-mails e comecei a lembrar de nós dois lá no comecinho.
Nunca contei essa história, de como eu e Emre nos conhecemos. É bem simples até, então lá vai:

Eu gosto muito de aprender idiomas novos, não sou uma gênia, mas tenho uma certa facilidade com isso. Minha tia Verinha, um dia falando comigo pelo telefone, começou a me falar que estava treinando inglês e espanhol num site bem bacana, o Livemocha. Ela me disse que era possível estudar e praticar as mais diversas línguas de uma maneira até que bem divertida e dinâmica. Disse ainda que você conhecia pessoas do mundo todo, já que ao fazer o seu perfil, você indica quais idiomas fala (e qual o nível de fluencia em cada um) e o que quer aprender. Automaticamente o site faz indicações de usuários que podem ser compativeis com as suas habilidade e necessidades. Tem também um espaço pra chat, com direito a câmera e áudio.

Ela falou tanto desse site! Disse que eu tinha que fazer uma conta lá e que eu tinha que adicioná-la, porque aí eu poderia corrigir seus exercícios, e começar a aprender um pouquinho mais dos idiomas que eu gostava, além de poder fazer amigos de todas as partes do mundo.

Ela desligou o telefone e depois de tanto insistir, achei que poderia ser interessante. Fiz lá a minha conta, mexi um pouquinho para aprender a usar e tal. E lá ficou minha conta. De quando em quando eu entrava lá, mas não ficava muito tempo não.

Em um desses dias de tédio, muito, muuuuito tédio, resolvi entrar no Livemocha e ir estudar italiano. Estava há uns 20 minutos já no site, ouvindo lá o tiozinho falar as coisas em italiano, e eu repetindo, clicando nas figuras, fazendo minhas frases curtas... Nesse meio tempo recebi convites de alguns usuários para iniciar bate-papo. Mas tem tanto maluco por aí, tanto homem safado (que as vezes faz até perfil de mulher - e você trouxa, querendo uma boa amizade, vê depois que na verdade é um doido), que era muito difícil eu adicionar qualquer pessoa assim. As vezes eu até aceitava o bate-papo, falava uns 5 minutos, perguntava sobre o país da pessoa, o que fazia da vida, mas depois acabava a conversa, a pessoa se despedia e pronto. Então eu tava mesmo só querendo me livrar do tremendo tédio que eu estava sentindo.

Até que aconteceu o convite que mudou tudo no meu mundo...
O que eu tinha em mente quando cliquei naquele "sim"? Nada. Eu estava entediada, era uma quinta-feira à noite, e eu não tinha nada para fazer. Vi a foto de um menino que parecia ser sério, que parecia ser muito bonito, e era da Turquia. Resolvi clicar, o que eu tinha a perder?

Pois bem, 1 segundo, 1 clique, 1 palavra e tudo na nossa vida muda. Poderia não ter dado em nada. Poderia ter se tornado uma boa conversa praquele momento. Poderia ter se tornado um grande amigo (e se tornou!), poderia ter sido uma paquera que duraria uns poucos meses... mas não. Mudou tudo. Mudou meus planos, mudou meu sonhos, mudou minhas convicções, mudou minha vida e mudou até quem eu sou.

Definitivamente naquele momento eu não estava procurando por nada. Mas algo, nesse mundo tão grande, aconteceu e nós dois nos encontramos. Bendita seja a tia Vera, bendita seja o Livemocha, bendito seja o meu tédio, bendito seja ele estar passando mal e não ir ao trabalho no dia seguinte para ficar de madrugada na internet, bendita seja também o tédio dele, bendita seja a vontade que ele tinha de querer praticar o inglês... eu ainda nem sabia, mas naquele dia eu tinha achado um grande amor.

Quando começamos a nos falar, ele não tinha a intenção de flertar comigo. Ele queria melhorar o nível do seu inglês, e tinha tentando adicionar amigos dos Estados Unidos e da Inglaterra, mas não chegou a fazer nenhuma amizade legal com ninguém. Assim, não teve a chance de falar com ninguém, e não pôde pratical o tal inglês. Ele ouviu dizer que "esse tal" de povo brasileiro era muito simpático, falante, amistoso... quem sabe se ele falasse com um brasileiro, que falasse inglês, iria conseguir, finalmente, ter alguém para praticar?

Naquele dia, ele foi ver na lista de amigos sugeridos pelo Livemocha, viu minha foto (disse ele que me achou bonita hihi, mas que mesmo assim, não foi falar comigo com outras intenções) clicou no meu perfil, gostou da minha descrição e decidiu falar comigo.
Falamos uma meia hora lá pelo chat, e não foi aquela convers banal sabe? Aquelas conversas chatas no melhor estilo:
- Qual o seu nome? Quantos anos você tem? Onde você mora? O que curte? Trabalha ou estuda?

De repente a gente estava rindo, fazendo piadas, falando sobre vários assuntos... algo muito espotâneo. Ele não tinha falado nada de mal, não tinha falado nada de besteira, nenhum papo que me deixasse constrangida, era divertido... Ele pediu meu msn, e por esses motivos, eu disse. De outro jeito, em menos de dois minutos eu teria acabado a conversa. Mas não, ele foi querido, ele foi amigo, ele foi diferente.
Fechamos o Livemocha, nos adicionamos no msn e essas foram as primeiras palavras. Se fosse só direto assim, fechava na cara dele hahahaa. Mas antes, ele tinha sido muito querido no bom estilo "bom rapaz", que eu gosto :)
No msn, não demorou muito e ele pediu pra ver meu rosto. Como eu tenho umas fotos que tirei no estúdio da faculdade e por isso tem alta qualidade, as pessoas as vezes acham que minha foto é fake, né Joyce (Dilara)? Hahahah. Ele pediu meu Facebook e não quis dizer, porque também vamos com calma né minha gente... Eu não queria mandar foto, porque também não achei boa ideia. Mas quando ele pediu pra ver meu rost na câmera, não senti MESMO, nada de mal vindo dele não, e resolvi abrir a câmera, até porque estava curiosa para vê-lo também, a foto era pequena, mas ele parecia ser bem gato hahaha.

Meu Deus do céu! Quando ele abriu a câmera, que eu vi o rosto dele pela primeira vez, usando aquele fone de ouvido, no escuro (porque já estava tarde lá), ele todo sério com carinha de sono... PRONTO. Era uma vez uma Jessica. Eu gamei no turco, de coração acelerar e tudo. Olhei praquele rosto lindo que ele tem pensei: Caraca, que homem maravilhoso! hahahah. E eu aqui com essa cara horrorosa, descabelada, ele deve ter me achado estranha... Mas tá né, deixa pra lá.
Foto tirada por um amigo dele, em umas das nossas primeiras conversa. Oh a carinha sorridente dele, que fofa :)
De lá pra cá minha gente, o resto virou história.

Nem sempre essas histórias dão certo. Nem sempre as pessoas tem a chance de se encontrar, ou de fazer a coisa se tornar real. Ganhamos amigos, como dos muitos que tenho até hoje virtualmente. Depois perdemos esses mesmos amigos.

Já sabia que essa história de amor pela internet dava certo. O que eu não sabia, é que naquele dia, naquele momento, daquele jeito, com um TURCO, com o Emre... é que daria toda essa história que eu conto aqui. Eu me formar, me mudar de país, conhecer uma cultura tão diferente, aprender a falar "Seni Seviyorum" pra cá, "Aşkım benim" pra lá e viver uma história que tem sempre conturbações, mas que é tão linda, tão especial para mim e que teve o poder de me permitir viver algo que nunquinha mesmo eu me imaginaria vivendo. E eu, que nos ultimos anos, vinha sentindo TANTO medo de casamento, de me amarrar a alguém e não dar certo. Agora já não sinto nem mesmo 1% de dúvida no meu coração de que adoraria, mais do que tudo, formar uma linda família do lado dele. Merecendo ou não, me sinto verdadeiramente abençoada e não abro mão disso.

Obrigada Deus!

Viu só, falei que o próximo post iria ser menos deprê heheh. Vou ficar choramingando pra vocês hoje não. Beijocas a todos, e não tenho palavras pra agradecer cada mensagem de encorajamento, de carinho, de força, de tudo que tem me feito seguir a diante... Um beeeeeijão!

23 comentários:

Mari disse...

Kısmet :) linda e abençoada historia. Adorei ler e perceber as semelhanças com minha historia. sempre na torcida!
Bjs

Gabriela Guerra disse...

Jesss, fazia tempo que queria saber de toda história! Muito legal! Estou na torcida pelo teu trabalho, vai dar tudo certo, super beijo Gabi Guerra - RS

Lau* disse...

Gostei de saber a tua história :) Que lindo!

Bjs e boa sorte!

Anônimo disse...

hahahah...lendo a sua história voltei no tempo. Voltei no livemocha, no MSN e na primeira vez que abri a cam pro askim..Tudo mágico! Tudo mudou em um instante. Adorei ler, adorei relembrar e espero realmente que td dê certo, visto que, já tenho data para conhecê-lo.
Bjos

Quem sou eu? disse...

Olha como as surpresas da vida nos pegam de jeito, né?!
O livemocha deveria ser promovido pra site de relacionamentos (literalmente). Lá eu também encontrei o ask, e encontrei alguns dos meus melhores amigos.

Eu tirei vc no amigo oculto, desculpa o furão, mas fiquei pegada no trabalho e não consegui brecha pra aparecer. :(
Bjo!

Anônimo disse...

oie! venho acompanhando seu blog há algum tempo e admiro muito sua história, também torço muito para que tudo dê certo entre vocês e sei que dará. Gostei de ler como vocês se conheceram, é uma história muito linda! Também gostaria de sugerir que você falasse um pouco (claro se voce se sentir a vontade com isso) sobre a vida sexual em um relacionamento à distancia. Acho que outras meninas também devem ter dúvidas quanto a isso.Beijos e felicidades para voces.

Camila Simplício disse...

Oi Jessica!! Te enviei um email falando sobre o blog e etc, não sei se você recebeu, então fica aqui o meu registro e a minha torcida. Insallah vai dar tudo certo. Super curto o blog, viu?! Valeu por dividir suas experiências. Beijo!

Anônimo disse...

Sua história é incrível, de verdade.Já tive uma experiencia parecida, mas que não deu certo :\
Mesmo não te conhecendo, te desejo o melhor e que seu conto de fadas dure por muuuuitos e muuuuuitoos anos!

Bárbara disse...

Poxaaaa,super fofo ^^!

Tb conheci meu 'askimzinho' assim, pelo Livemocha e estamos escrevendo uma linda estória.

Felicidadexxxxx!

(:

Ana Carolina disse...

caramba eu achei que fosse mentira que isso realmente não acontecesse... também estou na mesma situação e graças ao LIVE MOCHA também gostaria de conversar com vc trocar experiencias... sou nova em namoro "virtual" mas tenho certeza que encontrei o amor da minha vida "o problema" ele mora na Argélia e eu aqui no brasil... se puder entrar em contato comigo... sorte pra vcs2 e ótimo domingo!

amo pintar disse...

eu amei tua historia estou vivendo um amor muito lindo turco mais estou com muito medo ele liga para mim a todo momento não entendo nadinha estou tentando falar algumas palavras .ele so diz eu te amo eu seni seviyorum rsrsrs deus abençoe sua vida espero que minha sorte seja como a sua

Anônimo disse...

Jess..
Estou lendo sobre seu blog, e estou amando, não consigo parar de ver as postagens!!
Mas quando vi que vocês se conheceram no LIVEMOCHA eu quase morri.. estou passando por isso agora, um turco veio falar comigo por lá, pediu meu skype e agora nos falamos todos os dias, talvez evolua para alguma coisa mais séria, mas parece meio utópico eu conseguir ficar com ele, aliás ainda nem pensamos nisso, mas claro.. sentimos alguma coisa.. ligamos a webcam, nos falamos todos os dias, temos vontade de nos falar..
te desejo tudo de bom, sempre!
e caso eu vá para Turquia, te encontro aí hahah

Anônimo disse...

Olá ;)

Esse Livemocha é mesmo uma coisa. Conheci um turco da mesma maneira que você. Uma amiga me indicou e resolvi me cadastrar pra praticar meu inglês. Obviamente apareceram milhares de convites para bate-papo, mas as conversas duravam pouco e realmente tem muito maluco por lá. Acabei por não aceitar mais esses convites. Um belo dia apareceu um turco e não sei oq se passou na minha cabeça que resolvi aceitar o convite. A partir daí começamos a nos falar todos os dias por msn. Tbm não vi maldade quando ele me pediu para abrir a webcam. Mas também eu estava medonha, com uma gripe horrivel e se fosse um tarado iria desistir na hora. Haha. A partir de então conversamos todos os dias. Temos sentimentos um pelo outro, mas creio que é uma relação que não vai vingar. Afinal já fui casada, ele é 4 anos mais novo e a família dele é de Kocaeli e bem tradicional. Se acontecer de vingar volto para contar e pedir alguns conselhos.
Muita sorte na sua nova jornada e que você seja aceita pela família do seu askim. Afinal, você parece um doce de pessoa.

Beijos

NathyGoes disse...

Ai que história lindaaaaaaa.confesso que virei fã já...kkkkkkkkk...eu acho lindo os homens turcos....e tenho uma conta no live mocha a uns 4 anos....desde que eu fiz facul....nossa eu me identifiquei tanto com vc....to amando teu blog..kkkkkk
Bjussssssssss

http://nathysays.blogspot.com

Anônimo disse...

ola amei a sua historia é bem parec.da cm a minha..tbm conhec.i o turco..no busuu no site para aprender falar em ingles...kk.. ... abençoe...bjs

Carol Amato disse...

Nossa, linda história!! To quase na mesma situação, me apaixonando por turco, quando vi a foto dele meu mundo mudou, não sei o que vai acontecer, mas já me sinto totalmente entregue a ele!

Carol Amato disse...

Nossa, linda história!! To quase na mesma situação, me apaixonando por turco, quando vi a foto dele meu mundo mudou, não sei o que vai acontecer, mas já me sinto totalmente entregue a ele!

Amanda Oliveira disse...

Olá, Jessica! Aqui de novo mesmo sabendo que ninguém vai ler. kkk não sou normal - fato.
Conheci meu turco no Hellotalk, app para praticar idiomas também. Bendito hellotalk. Nos adicionamos no whatsapp e quando vi a primeira foto dele dando uma boa risada eu percebi que estava ferrada. kkk depois, no skype, vendo o rostinho dele fiquei totalmente idiota. e aí, já era. <3 Espero que nossa história tenha final feliz. Espero muito muito mesmo.

Amanda Oliveira disse...

Olá, Jessica! Aqui de novo mesmo sabendo que ninguém vai ler. kkk não sou normal - fato.
Conheci meu turco no Hellotalk, app para praticar idiomas também. Bendito hellotalk. Nos adicionamos no whatsapp e quando vi a primeira foto dele dando uma boa risada eu percebi que estava ferrada. kkk depois, no skype, vendo o rostinho dele fiquei totalmente idiota. e aí, já era. <3 Espero que nossa história tenha final feliz. Espero muito muito mesmo.

Amanda Oliveira disse...

Olá, Jessica! Aqui de novo mesmo sabendo que ninguém vai ler. kkk não sou normal - fato.
Conheci meu turco no Hellotalk, app para praticar idiomas também. Bendito hellotalk. Nos adicionamos no whatsapp e quando vi a primeira foto dele dando uma boa risada eu percebi que estava ferrada. kkk depois, no skype, vendo o rostinho dele fiquei totalmente idiota. e aí, já era. <3 Espero que nossa história tenha final feliz. Espero muito muito mesmo.

Amanda Oliveira disse...

Olá, Jessica! Aqui de novo mesmo sabendo que ninguém vai ler. kkk não sou normal - fato.
Conheci meu turco no Hellotalk, app para praticar idiomas também. Bendito hellotalk. Nos adicionamos no whatsapp e quando vi a primeira foto dele dando uma boa risada eu percebi que estava ferrada. kkk depois, no skype, vendo o rostinho dele fiquei totalmente idiota. e aí, já era. <3 Espero que nossa história tenha final feliz. Espero muito muito mesmo.

Amanda Oliveira disse...

Olá, Jessica! Aqui de novo mesmo sabendo que ninguém vai ler. kkk não sou normal - fato.
Conheci meu turco no Hellotalk, app para praticar idiomas também. Bendito hellotalk. Nos adicionamos no whatsapp e quando vi a primeira foto dele dando uma boa risada eu percebi que estava ferrada. kkk depois, no skype, vendo o rostinho dele fiquei totalmente idiota. e aí, já era. <3 Espero que nossa história tenha final feliz. Espero muito muito mesmo.

Jane Shiguetaka disse...

To vivendo issoe estou completamente idiota!