quinta-feira, 28 de julho de 2011

Relacionamento a distância: imagem real ou imagem ideal?

Eu tenho uma teoria sobre relacionamentos à distância.
Para construir essa teoria dentro da minha cabeça, tenho 3 fortes aliados:
- meu grande poder de observação do comportamento do ser humano (com uma dose de "sexto-sentido", "sensibilidade" ou o que quer que você queira chamar)
- fazer comunicação social, e estudar matérias como sociologia, teoria da comunicação, comunicação e novas tecnologias, mídias digitais, estudos contemporâneos da comunicação, comunicação comunitária... (minhas matérias favoritas, e geralmente de maior nota)
- ter uma mãe que lê muito, que trabalha com a cura do trauma, aconselha pessoas, entender horrores de psicologia, é professora... com isso acabo sendo aluna vitalícia e vendo, com mais clareza, muitas coisas sobre o ser humano.

Lembro uma vez na sala de aula, a professora falando das multidões de solitários. As configurações de famílias estão se tornando as mais diversas possíveis. As pessoas andam mais centradas em si, e não na unidade familiar. Cada membro de uma família, almoça na sua respectiva empresa, distante dos outros membros. Mas se existe a chance de todos estarem em casa, ainda assim, um almoça no quarto, outro na sala, outro na cozinha... ou até mesmo todos na cozinha, mas em horários diferentes.
As pessoas se isolam do círculo familiar, e se aproximam cada vez mais do círculo virtual.

Claro que não é a maioria, mas meu avô, quase nos seus 70 anos, fica horas e mais horas dentro do quarto, com a cara no computador. Antes era a cara na TV. Mas hoje ele vê resultados da mega-sena, vê as casas de parentes e amigos pelo Google Maps, adiciona antigos colegas do Corpo de Bombeiros no Facebook e adiciona fotos das pinturas que faz, nos albums do seu perfil.

Os computadores têm se tornado os melhores amigos, guias e professores de quase todos nós. Ao acordar, ao por os pés em casa, a PRIMEIRA coisa que faço é ir para o computador. Mas a minha geração de amigos comunicadores e modernetes parece estar plugado diretamente nos seus iPhones e Blackberry's.

Não vou ficar dando aula aqui sobre Redes Sociais.

Mas o que acontece, é que mudamos o foco da nossa vida para o virtual. Viva a era da comunicação e internet!E viva mesmo.  Mas o que acontece, é que a partir daí nos isolamos um poucos mais dos amigos de carne e osso, e começamos a migrar para as amizades virtuais. E ter um amigo virtual, nos dias de hoje, é muito mais fácil e prático.

Contar problemas, segredos, desabafar, pedir conselhos... alguém, que não necessariamente, pode ver o seu rosto pode ser um alivio e tanto. As pessoas perdem um pouco mais do pudor e quebram a barreira da vergonha e conseguem se abrir mais, conversar mais. É até engraçado, porque muitos daqueles mais populares online, muitas das vezes são os mais calados, mal-humorados e até briguentos com a família no offline. Não é regra, mas o povo da faixa etária 12-17 anos tá bem assim mesmo. Eu já fui assim, aliás.

2 da manhã, sua família está dormindo. Está muito tarde para telefonar para um amigo. Você abre a telinha do computador, e está lá, alguém, uma outra pessoa online, disponível pra você dividir algo do seu dia.

Mas é claro que as pessoas vão se relacionar mais e mais profundamente virtualmente.
Não do mesmo jeito, não pelo mesmo motivo exatamente, não sob as mesmas circunstâncias.

Mas definitivamente todos têm algo em comum: o novo sentimento de se sentir próximo de alguém do outro lado do mundo. Especialmente porque pessoas virtuais, estão sempre ali quando precisamos. Mas também podem desaparecer se essa for nossa vontade. Apenas um clique e você pode deixar para falar com o amigo, só na semana que vem. As vezes, nunca mais.

Quem está longe tem menos defeitos. Até o seu amigo, não tem tantos defeitos como o seu irmão.
Pois experimente morar com o seu amigo ao invés do seu irmão. Você verá com clareza os defeitos de quem está mais perto de você, e verá com muito mais frequência o erro daquela pessoa. De repente parece que o jogo inverteu, e seu irmão nem era tão irritante assim.

Será que as características dessas pessoas mudaram? Mas é claro que não. Foi o seu ponto de vista que mudou. E com a memória curta que nós temos, sendo impulssionados pela saudade, passamos ver o que era ruim, como algo maravilhoso. É assim que aquela história da 'grama do outro lado é sempre mais verde' se perpetua. Da nossa incapacidade de nos manter conscientes sobre a imagem de alguém. Com a mesma força que amamos, também odiamos. Com a mesma força que criticamos, no dia seguinte, estamos elogiando.

Acho isso até bem positivo, se for pra mudar o conceito ruim que você tinha de alguém. Não acho falsidade não gostar muito de uma pessoa, e dentro de algum tempo se tornar amigo. Acho isso bonito, porque afinal, muitas vezes nos enganamos sobre diversas pessoas. No meu segundo período de faculdade, não gostei muito de uma amiga em comum. E durante um bom tempo não consegui me aproximar ou ver vê-la com outros olhos. Porém, no último ano, surpreendentemente, ela se tornou uma das pessoas que mais me deu a mão, quando passei por um momento terrível. Graças a Deus, eu estava errada. Fico feliz de ter tido a chance de recomeçar aquela história.

Mas o que não vale é mudar essa opinião a respeito de alguém, de acordo com a proximidade (ou distância) que ela possa estar. E taí, o ponto que eu queria chegar, sobre os relacionamentos a distância.

Li no Facebook de uma amiga hoje sobre a culpa que temos a nos relacionar com alguém virtualmente. Na internet, as pessoas mentem, melhoram, aumentam, escondem das informações mais bobas, até aquelas mais graves e que precisam ser ditas. E por causa dessas informações, muitas decepções acontecem, e inúmeros corações são partidos. Isso não é culpa de ninguém, senão de quem mentiu, ou não foi transparente como deveria ter sido. Tem que ser honesto.

Mas quando o outro é honesto, e não conseguimos ver a verdade porque projetamos aquela imagem na nossa cabeça, a culpa e única e exclusivamente nossa. Se alguém te diz por exemplo que não quer um compromisso sério no momento, não vá na sua cabeça dizer "ele diz isso agora, mas deve me amar sim, eu sinto isso". Se você vê indícios e provas claras de que as coisas podem não ser como parecem ser, dê um pouco de crédito a si mesma, e honre o cérebro que você tem.

Não é pra ser ALOKA desconfiada de tudo e de todos não. Simplesmente veja com olhos abertos. Não é pra 'ver de olhos fechados', nem botar lente de aumento pra ver o que não existe. É para, pura e simplesmente, ver. Só isso, fácil assim.

TODAS as mulheres que eu conheço e me falaram de seus namorados virtuais, me disseram que eles eram diferentes de todos os outros homens, que eram especiais, carinhosos, românticos, bons rapazes. TO-DAS. Não é possível que todos eles sejam mesmo príncipes encantados. Será que tem uma tecla no computador, que quando um homem senta lá, e se comunica com uma outra mulher, transforma ele de sapo, em príncipe?
Claro que você deve e pode se encantar quando está apaixonada, é direito seu. Você merece sentir isso.
Mas uma coisa que eu quero atentar é: cuidado! Se você empurra alguém pra dentro daquele ideal de perfeição que você tanto procura, mesmo sem a pessoa estar 100% dentro daquelas características, você vai sofrer.
Vai sofrer e vai fazer o outro sofrer também. Porque se você coloca em alguém o título de perfeito (e ninguém o é),e aquela pessoa erra, imagina a dor e a decepção que você vai sentir! É muito duro quando nossos olhos brilham por alguém, e aquela pessoa cai lá de cima do pedestal. É decepcionante e difícil para os dois lados.

Confesso que no começo do meu relacionamento com o Emre, eu era bem assim. Não via absolutamente NENHUM defeito naquela doce criatura. E isso tá errado. Vamos imaginar que eu por exemplo, logo em seguida decidisse ir pra Turquia e me casar logo de cara (nada errado em casar de cara, conheço uma história especial assim, cada caso é um caso). Eu sei que teríamos problemas. Não que eu não vá ter problemas daqui há alguns anos, porque né, eu sou humana e QUALQUER casal tem suas briguinhas, suas crises, seus problemas. Tem nada de errado nisso aí, porque são 2 cabeças pensantes e distintas. Fora toda aquela história de diferença cultural, religiosa, de nacionalidade e mil coisas. Com um casal do mesmo bairro já é assim, ninguém vai me convencer que num casal a distância, seria diferente.

Com os dias que ficamos juntos, tanto aqui no Brasil, como lá na Turquia, pude ver o verdadeiro Emre. E ele pôde ver a verdadeira Jessica. A irritadinha, que não é prendada, e preguiçosa, a atrasilda... E eu também vi a outra parte do Emre, que a webcam não deixa ver. Tivemos nossas briguinhas, pedimos desculpas, nos acertamos (e continuamos a fazer nossos ajustes) e olhe que lindo: nos amamos do mesmo jeito.

Claro que não somos o casal supremo da sabedoria, nem somos o modelo perfeito pra ninguém. Mas finalmente estou vivendo algo na minha vida, que já deveria ter aprendido a tempos. Mas paciência! Não tinha conseguido aprender antes, e fico feliz que esteja conseguindo aprender de coração para colocar isso em prática agora.

Ele continua sendo o meu príncipe encantado. Agora não estou cega, fiz meus pedidos em relação à coisas que ele fez que me deixaram triste ou poderiam ser melhoradas. Se brigamos, ficamos o quê... 30 minutos, 1 hora irritados. Mas todo o resto do tempo, ele continua sendo meu príncipe, o homem com quero me casar, que quero que seja o pai dos meus filhos, o homem que quero dividir minha vida, o homem que quero lutar e construir meu futuro do lado. Mas agora como o vejo, e como ele me vê é muito mais justo. Porque posso ser eu mesma (claro que o tempo todo tentando ser melhor e me desculpando pelos erros que venha a cometer), mas com a certeza de que ele está tomando um grande passo na vida, conscientemente. Ele não vai noivar comigo no ano que vem (se Deus quiser!), por uma fantasia que ele criou, ou por causa de uma personagem que ele criou. Isso vai acontecer, porque ele ME ama. Eu mesma, desse jeito que eu sou. E mesmo com tudo de errado, ainda assim ele me quer. Tem como não se sentir maravilhosamente feliz?

Quanto a mim, sei que estou tomando uma decisão sensata, com muita dose de sonho (porque uma história dessa que atravessa o oceano, tem mesmo que ser especial :), mas sem projetar ninguém, sem imaginar nada, sem ser enganada, sem estar iludida. É uma decisão minha, que escolhi de verdade, com todo o meu coração. O medo vêm, mas depois de desembaralhar o real do ideal, vejo que a realidade dele, é mesmo tuda aquilo que eu sempre idealizei pra mim. E não o ideal que montei, se despedaçou quando o real dele finalmente apareceu.

Acho que isso é amor. :)

36 comentários:

Anônimo disse...

Jéssica, eu sou fã de suas palavras! Adoro mesmo! Curto cada linha!
Em tratando-se de relacionamento virtual o negócio me parece meio tenso no seguinte aspecto: Existe a expectativa deste relacionamento sair da tela do PC? Se existir eu acho muuito válido. O que acontece é que apenas na tela, a carencia não apazigua e é nesta hora que corremos o risco de vivermos fadados à infelicidade. Em tratando de sua história, acho que a internet foi e é apenas ponte entre um continente e outro... Aliás, ainda bem que estamos numa era bem digital pq vc imagina esperar dias e meses por uma carta? hehe Um beijo
Jack-Floripa

Anônimo disse...

P.s. Cabe tambpem lembrar que um novo modelo de familia está surgindo. Os modelos de casais gays. : )
Jack-Floripa

Renata disse...

Olá Jess muito bom texto, logo qdo vc citou sobre os amigos virtuais e relacionamentos em geral, eu conheçi o vicking na net tbm mas tinha certeza que isso seria somente por um período não queria um relacionamento de ilusão e sabia até onde podia ir, mas já o amava antes de te lo tocado uma unica vez isso não é louco?Se foi ou não deu certo, e dou graças a Deus por existir internet na minha vida pelo fato dela ter aberto muitas portas na minha vida, quantas vezes li sobre assuntos que nunca iria comprar um livro sobre e acabei gostando, consegui um bom emprego através da net tbm,net é otimo o negocio é usar com moderação rsrs bjkss

Kátia Malgueiro disse...

Aaaaah td q vc disse aí é a mais pura verdade! Quando estive na Turquia em Março, conheci o verdadeiro Murat... o irritadinho rs rs! E ele conheceu a Kátia chorona, dorminhoca e briguenta... Pra mim, também continua sendo meu principe encantado... Também brigamos as vezes by webcam rs... Ele sabe que defendo meu ponto de vista até o fim, e eu já sei que ele não tem paciência pra pedir desculpas mais do que 3 vezes haha... E assim vamos seguindo!
Ótimas palavras Jess, que fique de alerta a todas as pessoas que pensam que tudo é um mar de rosas... Eu escrevi um post falando algo sobre isso antes de ler o seu rsrs Estamos em sintonia =) Beijinhooooos

relvis presley disse...

é menina. tá por dentro mesmo do babado. eu q sei, ja acabei um casamento por causa disso de estar apaixonada pela pessoa inventada.

relvis presley disse...

mas confesso q simplesmente "ver" nao tem nada de simples.

Marise disse...

Relacionamentos são difíceis de todo o jeito. Já idealizei e me ceguei assim por alguém (um turco hehehe) e caí do cavalo bonito!
Hoje sou casada com um outro turco que é real. Sempre foi real (mesmo quando estávamos no virtual) e somos felizes. Temos nossas brigas (às vezes tenho que esconder minhas facas! rsss) e somos muito diferentes. Porém, estamos nos adaptando... eu mudo um pouquinho aqui, ele muda um tantinho ali... estamos sobrevivendo. Tem que amar... ahhhh tem!
Meninas, estou contando toda minha história no meu blog. Porém ele não é público. Se quiserem me seguir me mandem um e-mail que eu adiciono vocês. marisearagao@gmail.com
bjo pra todas nós que colocamos a Turquia na nossa moda beeeem antes de ela estar na moda.
:)

Dani disse...

Oi Jéssica, ótimo post! Concordo com tudo que você disse. :)
Eu acho que o mais difícil é você aceitar que está vivendo um amor que começou virtualmente... Apesar de estarmos imersos nesse mundo digital, temos preconceito e muitas vezes, vergonha de assumir pra nós mesmas. Mas riscos corremos sempre que nos relacionamos, né, seja real ou virtualmente. Cabe a cada um se precaver sempre.
Eu também amo um rapaz de longo (ainda não falei muito sobre isso no meu blog, mas falarei em breve) e já tivemos algumas brigas porque ele me idealizava demais e eu sempre dizia, hey, eu não sou essa pessoa que você sonha! hehe... Depois de algum tempo ele aceitou isso e começou a enxergar e aceitar meus defeitos (que busco sempre deixar claro para não haver desilusões) e eu aceito os deles, assim, não teremos tantas surpresas, né! :)
Bom fds!
Beijos

Jessica disse...

Jack,
que bom que tenha gostado do post, tô me sentindo paula coelha agora rs. Tô brincando! Ainda bem mesmo que existe a internet mesmo, sem ela não veria minha mãe que mora em Portugal, não conheceria meu namorado e tantas outras amigos queridos. Tudo é só saber dosar, né?
São 1001 tipos de novas familias, e todas merecem a atenção devida, mas é interessante ver como a sociedade tá mudando né?
Beijos, querido, obrigada pela visita.

Renata,
Disse tudo menina! É só usar com moderação, porque coisas maravilhosas acontecem e mudam tanto a nossa vida pela internet não é? As vezes coisas boas, as vezes coisas ruins... mas é só agradecer as boas e procurar fugir das ruins. Beeeijos linda.

Katia,
Deus que nos ajude a melhorar e saber lidar com as diferenças, porque nós mulheres não somos fáceis não viu... respira fundo e vamos que vamos. rsrs
Beijooooca

Relvis,
é, tem tazão... ta teoria ver é até fácil, na prática é que o bicho pega. Ah esse coração né.
Beijoca

Dani,
compliacado né Dani? As vezes nós idealizamos, as veses NOS idealizam, e nessa historia todo mundo acaba triste. Temos que ter cuidado sempre, porque a internet tem mesmo essa tendencia de deixar agente imaginar demais aquilo que é o real. Boa sorte, lindona.
Beijos

Cristina Celentano disse...

Olá Jéssica,

Concordo com você que realmente é muito di´ficil manter um relacionamento, principalmente se for virtual, sem idealizar e sonhar em cima dessa pessoa com quem nos relacionamos.

Eu participei durante dois anos de vários sites de relacionamentos, conheci diversas pessoas e mantive alguns relacionamentos. Confesso que é muito duro depois de algum tempo encarar a realidade de que o príncipe não é príncipe, e sim um sapo, por isso sempre é muito importante ir com calma, um passo de cada vez e lidar com as diferenças um do outro.

claro que nem todos são assim, e existem alguns que realmente valem a nossa dedicação, carinho e amor.

Tenho um blog no qual relato minahs esperiências, pensamentos, curiosidades e tiro dúvidas sobre o tema.

Acho que ainda teremos muito o que conversar, dê uma olhada no blog:
http://pergunteparaacris.wordpress.com/

Beijos e força!

Cristina Celentano disse...

Olá Jéssica,

Concordo com você que realmente é muito di´ficil manter um relacionamento, principalmente se for virtual, sem idealizar e sonhar em cima dessa pessoa com quem nos relacionamos.

Eu participei durante dois anos de vários sites de relacionamentos, conheci diversas pessoas e mantive alguns relacionamentos. Confesso que é muito duro depois de algum tempo encarar a realidade de que o príncipe não é príncipe, e sim um sapo, por isso sempre é muito importante ir com calma, um passo de cada vez e lidar com as diferenças um do outro.

claro que nem todos são assim, e existem alguns que realmente valem a nossa dedicação, carinho e amor.

Tenho um blog no qual relato minahs esperiências, pensamentos, curiosidades e tiro dúvidas sobre o tema.

Acho que ainda teremos muito o que conversar, dê uma olhada no blog:
http://pergunteparaacris.wordpress.com/

Beijos e força!

ap disse...

Oi Jéssica, tudo bem?
adorei o que você colocou no seu blog
eu gostaria de pedir algumas dicas..
eu gosto de um turco, e queria saber se tem uma forma de conquistar? kkk
pode ser uma pergunta besta, mas se você puder me ajudar, eu serei muito grata.

beijos e abraços

Anônimo disse...

Everything is very open wіth a clear explаnation of the isѕues.
It waѕ really informative. Your site іs extremely
helpful. Thank уou foг shaгing!
Here is my blog post ... V2 Cigs review

Anônimo disse...

With havin so much content do уοu
еvеr run into any problеmѕ of plаgorism or cοpyright vіolаtіon?
My blog has a lot of unique content I've either authored myself or outsourced but it looks like a lot of it is popping it up all over the internet without my agreement. Do you know any techniques to help stop content from being stolen? I'd really apprecіate it.


My web-site ... V2 Cigs Review

Anônimo disse...

Grеаt blog here! Also your websitе loadѕ up ѵery
fast! What host are you uѕіng? Can I get
yοur affіliate link tο your host? I wish my
web site loadeԁ up as quіckly as yours lol

Нave a loοk аt mу wеb blog Suggested Online site

Anônimo disse...

Nice pоst. Ӏ uѕеd to be cheсking constantly thiѕ weblog and I'm impressed! Very helpful information particularly the final phase :) I care for such info a lot. I used to be looking for this certain info for a very long time. Thanks and best of luck.

Review my weblog http://wiki.madrisx.org/

Anônimo disse...

Nice post. І usеԁ to bе checκing conѕtantly this weblog and I'm impressed! Very helpful information particularly the final phase :) I care for such info a lot. I used to be looking for this certain info for a very long time. Thanks and best of luck.

my web site ... http://wiki.madrisx.org/
Also see my web site > similar website

Anônimo disse...

Gοod post. I learn something new and challenging on blogs I stumbleupon on a
ԁaily basis. It's always useful to read through articles from other writers and practice a little something from other websites.

my weblog :: http://www.guf.ie/Index.php/member/6560/
my web page: http://jiujitsumatch.com

Anônimo disse...

Hi, аlways i used tо chеck wеblog posts here earlу
in the daωn, bеcause i like to find out
more аnd more.

Alsо visit my hоmeρage; http://www.sfgate.com/business/prweb/article/V2-Cigs-Review-Authentic-Smoking-Experience-or-4075176.php
my page :: V2 Cigs review

Anônimo disse...

Eveгyone loves it ωhеn folκs сome tοgether аnd share opinions.
Great site, continue thе good worκ!

Rеvieω mу blog ... Versicherungs-wiki.de

Anônimo disse...

I'm not sure where you are getting your info, but great topic. I needs to spend some time learning more or understanding more. Thanks for excellent info I was looking for this information for my mission.

Visit my web site ... Www.prweb.com

Anônimo disse...

Ιt's awesome designed for me to have a website, which is helpful in support of my knowledge. thanks admin

Also visit my web blog ... Http://Www.Prweb.com/releases/silkn/sensepilreview...

Anônimo disse...

What's up to all, for the reason that I am really keen of reading this weblog's pοst to be
updаted regularlу. Іt саrries
pleaѕant infoгmation.

Have а look at my blog pοst :: simply click the next website

Anônimo disse...

Hi, I think yоur wеbsіte mіght be having brοwѕer compatibilіty issueѕ.
When I loοk at your blog site іn Iе, it looks fіne but when οpеnіng in Internet Exрlοгer, іt has some οѵerlaрping.
I ϳust wаntеԁ to give you a quіck headѕ up!
Othег then thаt, аwesomе blog!


Look at my page :: youngfolkz.com

Anônimo disse...

May I ѕimply say ωhаt a relief to discover someone
who reallу knows what they're talking about on the net. You certainly realize how to bring a problem to light and make it important. More and more people need to look at this and understand this side of the story. I can't believe уou аre not morе
popular since you most certainly possess the gift.

Feel free tο ѵiѕіt my pаge visit the following page

Anônimo disse...

Нello there, There's no doubt that your blog might be having internet browser compatibility problems. When I look at your site in Safari, it looks fine however, if opening in Internet Explorer, it has some overlapping issues. I merely wanted to give you a quick heads up! Other than that, great website!

Feel free to visit my blog post: Prweb.Com

Anônimo disse...

What's up friends, how is everything, and what you desire to say on the topic of this paragraph, in my view its truly awesome in support of me.

Also visit my web site - sfgate.com

Anônimo disse...

Wе offer numerous nicotine optіonѕ гаnging
frοm Robust to Light. Wе еven offer a zeгo-nіcоtine alternative.


Revіew my web page; green smoke discount

Anônimo disse...

Evеrything іs very оpen with a reаlly
clear ԁescгiption of the issues.
Ӏt was truly informative. Your websitе is extremely helρful.
Мany thankѕ for ѕhaгing!


Also νіsit my web pagе :: http://moodle.iesjulioantonio.cat

Anônimo disse...

Pгettу sectiοn of content. I ϳuѕt stumbled upοn youг sitе anԁ іn
accessіon capіtаl tο аѕseгt that I aсquiгe in faсt
еnjoуed account youг blog pоsts.
Anу ωay I wіll be subscribing to yоuг
fеeds and even ӏ achievеment you access
consistentlу raрiԁly.

My ρagе - V2 Cigs Review

Anônimo disse...

I love the actual odοurlesѕ tеchnolοgу utilizeԁ іn Bull Smokе cigarеttes e cigs.
Тhey're completely different from normal cigs. They may be easy to use, light-weight, and also, are available in different flavours. Isn't thiѕ amazing!


Feel fгeе tο visit mу page - princetonsocialpages.com

Viajante disse...

Jessica! vc é uma garota muito inteligente! Adorei ! Eu mesma ja vivi um relacionamento virtual que de inicio nao começou bem. Fui exageradamente idealizada como a mulher perfeita para casar e ter tres filhos! Justo eu? E nao havia nada que o fizesse pensar o contrario. Fui vitima de fantasias e idealizacoes alheias. Me lembro que até me deu medo ao perceber a situaçao mas o castelo ja estava montado. Claro que a decepçao foi enorme e dolorosa para os dois lados.
Muito boa a sua colocaçao sobre o assunto . A internet tem dessas coisas e por ingenuidade acabamos nos metendo em tremendas enrrascadas. É preciso sonhar com os pés no chao!

Anônimo disse...

Following many seconds the codes will seem on the scanner.
The car's pc operates a series of schedule checks and monitors the engine.

my blog; obdii scanner

Anônimo disse...

In simple fact, you never will need to go to your motor vehicle supplier
to have an oil alter. Have you been perusing catalogs of
auto products and components?

My webpage - obd2 scan tool software ()

Anônimo disse...

Oi Jessica tudo bem...Muito legal seu post e o modo como vc se expressa falando de tudo tao naturalmente..Parabéns!
Estou me relacionando com um turco que conheci através de um site de relacionamento.Estamos marcando de se ver, mais como ele trabalha muito, não poderá vir ao Brasil e me convidou para ir a Turquia, Istambul conhece-lo. Você acha perigoso ir assim, sem ele ter vindo ao Brasil primeiro...Nao sera a minha primeira viagem internacional. Ja morei nos USA 6 anos e falo ingles fluente. Sera que ele vai pensar que sou uma aventureira...Me da uma dica!

eliza disse...

Ola Jessica
Meu nome é Maria Eliza, moro no Leme RJ, tenho 60 anos, aposentada, separada, moro com minha filha de 24 anos, mais com sonho de um dia visitar a Turquia. Achei seu endereço por causa das muúsicas,mais gostei muito do que vc escreve, estou sempre te visitando e lendo tudinho, hoje resolvi ser seguidora. Muitos beijos e um abraço bem apertado