sábado, 11 de junho de 2011

Sonhei que me casei!

Eu sou mestra em ter sonhos esquisitos. Daí eu fico tentando decifrar os significado, mas nunca nada bate com nada mesmo, então tudo bem. Tento abstrair.

Essa noite eu sonhei com 3 casamentos. 2 de amigos meus e com o meu próprio casamento.
Eu devia ter vindo aqui digitar assim que acordei pra não esquecer, porque já esqueci um monte de detalhes.
Mas no sonho, lembro que eu via o casamento de outras pessoas e ficava muito ansiosa imaginando que dia seria o meu casamento. E eu sou bem assim, às vezes quero me casar logo, às vezes quero ter logo filhos, às vezes penso, analiso melhor, e sei que é melhor esperar um pouco mais. Afinal filhos e casamento não são brincadeira que agente guarda na gaveta quando está cansado e depois volta, quando (e se) tiver vontade.

Porque acontece assim, nós que temos esses relacionamentos à distancia, parece que precisamos nos casar logo. Quase como que, pra história ser feliz, precisa haver logo o casamento. Especialmente para as outras pessoas que acompanham as história, parece que o conto de fadas só vai terminar como deveria quando acontecer o casamento. A distância realmente acelera esse processo se compararmos com os relacionamentos onde as pessoas são do mesmo lugar. Ainda mais quando uma das pessoas, for morar no país do outro. Para se adaptar melhor, pra ter onde e com quem morar, e pra facilitar a documentação, o melhor mesmo é que aconteça o casamento.

Cada caso é um caso, e confesso que até gosto de ouvir sobre o casamento dos outros. Parece que sou EU que estou casando, sabe? Meio que uma realização própria pela vida dos amigos, haha, meio psicopata isso.
Mas no meu caso, por exemplo, acontece assim:
Nos conhecemos desde de Janeiro 2010, ficamos distantes por um ano, até que em Janeiro de 2011 agora, fiquei um mês na Turquia. Ele vem agora em Julho (ebaaaa) e vai ficar só 10 dias. Depois disso, só Deus sabe quando vamos nos ver de novo. Mas se tudo der certo, ano que vem devo ir morar lá ainda nos primeiros meses.

Mas bem, não vou me casar, não vamos morar juntos. Nada disso. Não é por falta de vontade ou por falta de amor. Mas queremos namorar, sabe? Não pular etapas. Dizem que devemos aproveitar e viver as dificuldades que cada época da nossa vida tem. A infância, a adolescência, a juventude, a maturidade... e acho mesmo que pode ser uma boa. Até porque se casar não é o fim, nem o começo da história de ninguém. Nossa história já começou, e ao contrário dos contos de fadas, onde a trama acaba com o casamento do príncipe e da princesa, ainda continuaremos a ter uma vida depois.

Uma vida feita de momentos lindos, amorosos, divertidos (tenho que contar pra vocês, um dia, a história de quando eu me vesti de Emre e fiquei imitando ele, hahaha, a gente morreu de rir), mas claro, momentos também de pagar contas, de juntar dinheiro, momentos de limpar casa e todas essas coisas chatas. Casamento é isso tudo não é? Então, tentamos ir com UM POUCO (só um pouquinho) de calma, pra viver todas as nossas fases.

Também não queremos namorar 5 anos pra depois casar. Temos o plano de nos casar em 2013, no máximo, 2014. Porque precisamos juntar mais dinheiro, preparar coisas, ver casa, móveis, preparativos, e isso não é nada fácil. Então por hora, está tudo certo, estamos vivendo tudo como queremos, de uma maneira natural, e sem desespero. Sempre falamos e rimos juntos de como vai ser ótimo quando:

- Eu estiver no médico e aí forem me chamar "Hmm, Sra K, pode entrar"
- Recebermos convites de casamento em casa escrito "Família K"
- E quando meu facebook estiver Jessica Mangia K (haha, é bobo, mas eu morro de vontade de mudar meu nome no facebook)
(*K - inicial do sobrenome dele)

Adoramos falar sobre essas coisas!

Ano que vem estaremos juntos de verdade, e seremos como outro casalzinho apaixonado na Turquia, que sai pra ir ao cinema, que vai jantar em lugares românticos, que anda de mãos dadas na rua.
Tudo como deveria ser. Ah, mas pode deixar que em breve, eu laço esse turco. Ou ele me laça, né.
Falei em casar em 2014 e ele falou "você tá maluca? não vou esperar isso tudo não" hahaha.

Todas ESPERA né. Chegando 2013 eu conto.

8 comentários:

Claudete disse...

Oi Jessica, que bom que vc tbm ja esta com esses sintomas, apaixonada por um turco e blogueira kkkkkk vamos inaugurar o blog vai no blog la tem 2 selinhos pra ti bjs....:))
http://clauturquia.blogspot.com/2011/05/recebi-mais-dois-selinhos-da-lau.html

Mari disse...

Jéssica, muito bem! Você é jovenzinha mas é bem madura pra sua idade.

E Istambul é o lugar ideal para um casal de dois jovens pombinhos apaixonados como vocês.

Felicidades!

Jessica disse...

Hahahah, pois é Clau, acho que é contagioso esse negócio de turco e blog, viu. Culpa de vocês!
Vou adicionar o selinho, brigada querida ;)

ps: eu li lá que eram 10 blogs, e eu sou a décima primeira, ta desobedecendo a regra hein rs.
Beijos

Jessica disse...

Oiii, Mari!
É, sou o romantismo em forma de pessoa, mas tô tentando ter os pés no chão e lutar pra dar tudo certo.
Gente, juro, tô toda besta de vocês comentando aqui, brigada pelo carinho :)

Temos que marcar um encontro (quase uma passeata) de casaizinhos braz-turcos em Istambul! rs

Beijocas

Renata disse...

Linda agora que descobri que vc tinha um blog, danada nem disse nada, agora to caindo pelas tabelas de tanto sono mas volto depois e leio cada vírgula,bjksss

relvis presley disse...

aaaaaaaaaaaaaa q odio.
minha internet caiu qdo fui postar o comentário.

mas entao. faça das palavras da renata as minhas :)

e acho boa ideia dar uma namoadinha antes... mas haja peito pra enfretnar esse povo falando turco sozinha. sorte amore!

te adoro e te acho limda! continue ahazando sempre

Jessica disse...

Oooo, com certeza. Haja peito mesmo.
Mas quem teve coragem mesmo, foi você, sério mesmo, acho que eu tinha desabado... mas que bom que você ta aí.

Tô precisando mesmo de sorte, brigada querida.
Beijocas

Amanda na Turquia disse...

Há quase 3 anos atrás, quando comecei a pensar em vir para a Turquia, eu lia tanto o seu blog e hoje estou aqui também, assim como você. Não nos conhecemos, mas que bom que tudo deu certo ( pra você e pra mim, rs) e que continua dando. Pelo jeito tudo se realizou como vc escreveu aqui. Um beijo e muitas felicidades!